31 de dezembro de 2008

ANO NOVO - DE NOVO

É difícil estarmos atentos a todas as oportunidades que se sucedem em nossa passagem terrena.
Talvez por isto exista uma data marcada para que tudo seja novo.
Parece mais um símbolo ou um ritual para que nos apercebamos da passagem do tempo, que tem se dado aparentemente cada vez mais rápida - diga-se de passagem.
A sucessão dos dias e noites parece-nos um movimento contínuo ao qual já não damos atenção - no que estamos errados.
Então, nos preparamos com rigor para a entrada do ANO NOVO, alguns literalmente a rigor, outros na sua singeleza usam roupa nova, ambiente novo, presença de amigos... e todos se felicitam e esperam que o ano vindouro seja muito melhor do que o anterior - até porque parece que cada ano tem exigido mais de nós.
Acaba a noite de festa, surge o dia primeiro, que ainda é festa...
E, no dia 2, percebemos que a nossa vida é a mesma e se nos descuidarmos voltamos a não perceber a rapidez do tempo, cometemos os mesmos erros e vamos esperar pelo milagre de um NOVO ANO - DE NOVO.
Não existe uma data milagrosa que reverta ou modifique o processo de nossa existência.
No entanto, existe uma data em nossa vida que pode significar uma NOVA VIDA e conseqüentemente uma sucessão de novos dias e anos-novos.
É a data em que nos armamos de coragem, olhamos dentro de nós, nos encontramos e percebemos a presença de uma vida palpitante e dinâmica em nosso íntimo, precisando apenas de esforço e perseverança para que possa se manifestar em plenitude.
Todavia, precisamos de um companheiro seguro nessa viagem em busca do "EU", e o melhor é Aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida, porque o caminho seguro em direção a nós é o que se bifurca também em direção ao próximo e para trilhá-lo é preciso conhecer a Verdade e amar a Vida.
E então, sem nos determos no passado que é imutável e não vale lamentá-lo ou torná-lo uma carga pesada, começarmos a viver o hoje, olharmos para o futuro, sem nos fixarmos nele também, pois que, aquilo que surgirá amanhã não vai surgir antes.
Hoje é o nosso dia de ANO NOVO - DE NOVO.
HOJE é dia de amar, de ser sereno, de ser solidário, de conter e disciplinar as emoções, de se transferir em direção ao outro, de silenciar, de falar, de pensar, de refletir, de ler bons livros, de estudar O Livro dos Espíritos, de recorrer ao Evangelho Segundo o Espiritismo, de sorrir, de ter esperança, de orar e de seguir em frente - amando a vida, vivendo a verdade e trilhando caminhos seguros que convergirão sempre em direção a um só destino - DEUS.
Porque HOJE é dia de ANO NOVO - DE NOVO

Texto de Ionilda V. Carvalho
Publicado na Revista Espírita de Campos nº 44

Um comentário:

  1. Magnífico seu texto, por nos lembrar sempre
    de aparar as arestas interiormente pois esse espelha nosso retrato diário.
    No decorrer do hoje é que somos.
    Paz e luz pra você.
    Ionilda Coelho

    ResponderExcluir