8 de fevereiro de 2010

COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DE CHICO XAVIER TEM INICIO EM PEDRO LEOPOLDO

O “Projeto Centenário de Chico Xavier”, coordenado pela Federação Espírita Brasileira, foi iniciado com comemorações em Pedro Leopoldo (MG), terra natal do médium. Na manhã do dia 1o de janeiro, houve alvorada com apresentação da Banda da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, na Praça Chico Xavier. Numa promoção conjunta da Federação Espírita Brasileira e da União Espírita Mineira (UEM), na noite do mesmo dia ocorreu a abertura das comemorações no Centro Espírita Luiz Gonzaga, fundado pelo médium. A Mesa foi coordenada pela dirigente deste Centro, Célia Diniz Rodrigues, ocorrendo apresentação de grupo musical da UEM, prece de abertura por Juselma Maria Coelho (de Belo Horizonte), saudação pelo presidente da UEM,Marival Veloso de Matos, e a palestra proferida pelo presidente da FEB, Nestor João Masotti. Após leitura de poema pelo presidente da UEM, foram lidas as mensagens psicografadas por Wagner Gomes da Paixão: “Mediunidade sublimada”, de Irmão X e “Sob a tutela de Ismael”, de Manuel Quintão, as quais serão publicadas em próximas edições de Reformador. A prece de encerramento, com manifestações de gratidão a Chico Xavier, foi proferida por Jaques Albano da Costa (diretor do Centro-sede de 1971 a 1988). Integraram a Mesa o vice-presidente da FEB Altivo Ferreira, os diretores da FEB Antonio Cesar Perri de Carvalho e João Pinto Rabelo, o presidente da Fundação Cultural Chico Xavier, os presidentes das Alianças Municipais Espíritas das cidades de Pedro Leopoldo e Uberaba, e Wagner Gomes da Paixão.
Na manhã do dia 2 houve uma caminhada, coordenada pelo presidente da Aliança Municipal Espírita de Pedro Leopoldo, John Harley Marques, saindo da Praça Chico Xavier e visitando a Casa de Chico Xavier (sua residência de 1948 a 1958, agora um museu), o Centro Espírita Luiz Gonzaga, o Centro Espírita Meimei (também fundado por Chico Xavier). Neste local, onde estava montada uma mostra de fotos sobre o médium, houve saudação pelo dirigente Eugênio Eustáquio dos Santos e apresentação sobre a campanha publicitária do Centenário e do 3o Congresso Espírita Brasileiro, feita por Ricardo Mesquita, assessor da FEB. Às 18 horas do mesmo dia, os visitantes compareceram à reunião que habitualmente se realiza na Casa de Chico Xavier, e, às 20 horas, ocorreu um sarau musical no Lar Espírita Chiquinho Carvalho, local em que Chico Xavier, muitas vezes, participava da confraternização de passagem de ano. Em vários locais compareceram sobrinhos do homenageado e, neste último evento, esteve presente sua irmã Cidália Xavier de Carvalho. Informações sobre o Centenário de Chico Xavier e o 3o Congresso Espírita Brasileiro:

Nenhum comentário:

Postar um comentário