16 de março de 2010

ENTREVISTA COM DIVALDO PEREIRA FRANCO - ASSUNTOS DIVERSOS

Informativo Note Bem – Se o senhor tivesse que resumir a doutrina espírita numa frase, qual seria?
Divaldo Franco – O Espiritismo é a ciência da filosofia, a filosofia da religião e a religião da ciência que veio ao mundo cumprir a promessa de Jesus ao referir-se ao Consolador, conforme acentua o Espírito Vianna de Carvalho.

Informativo Note Bem – Na última edição do Informativo Note Bem, divulgamos a situação da pandemia da gripe suína que provocou a morte de centenas de pessoas. Isso está enquadrado no chamado carma coletivo?
Divaldo Franco – Sem a menor dúvida. Quando ocorrem tragédias que consomem multidões, sejam elas da mais variada apresentação, estamos diante de um ajustamento coletivo de Espíritos endividados perante as Leis Divinas, ora convocados à reabilitação.
Allan Kardec estudou essa questão em O Livro dos Espíritos, no capítulo Lei de destruição, referindo-se à necessidade da renovação da sociedade e do planeta no seu processo de evolução.
Nada acontece que não se encontre ajustado ao estabelecido pelas Leis Cósmicas.

Informativo Note Bem – Fale um pouco sobre o lançamento do livro Atitudes Renovadas.
Divaldo Franco – Trata-se da mais recente obra por mim psicografada, que foi ditada pelo Espírito Joanna de Ângelis, reunindo trinta temas de grande atualidade, numa síntese enriquecedora.
A querida benfeitora espiritual informou-me, enquanto o escrevia, que a abordagem da obra tem por objeto oferecer orientações de segurança a todos aqueles que nos encontramos aturdidos ante o impacto dos desafios contemporâneos.
Diante das inquietações que nos avassalam, necessitamos de reflexão, de tranquilidade, de confiança irrestrita com a finalidade de mudarmos de atitude perante a existência, vinculando-nos ao dever e ao amor através do conhecimento que liberta.
Informativo Note Bem – No livro citado, está escrito que a mudança positiva do comportamento leva o homem a aperfeiçoar-se moral e espiritualmente. Cite, por favor, pelo menos uma mudança que leva o homem a esse estágio de aperfeiçoamento.
Divaldo Franco – Quando o indivíduo resolve-se por libertar-se de qualquer vício produz uma transformação moral no seu comportamento. Os hábitos enfermiços que nos acompanham como resultado do processo antropológico da evolução, exigem alteração para comportamentos saudáveis em benefício da organização física, emocional e psíquica, e quando isso ocorre, as atitudes diante da vida são auspiciosas e felizes.

Informativo Note Bem – Quantos livros já psicografou e há outros em andamento?
Divaldo Franco – Até o momento já foram psicografados 180 livros e temos um total de 208 em face de compilações realizadas por amigos e confrades, sintetizando temas esparsos nas diversas obras e apresentando-os em volumes especiais. No momento estamos com 4 livros em elaboração e mais 3 no prelo, aguardando o momento para a sua publicação.

Informativo Note Bem – Qual a sua visão sobre a depressão, uma doença que atinge milhares de pessoas nos dias atuais. A depressão vem em consequência de alguns posicionamentos errados?
Divaldo Franco – A depressão, segundo os especialistas, é um transtorno de comportamento na área da afetividade, que se apresenta sob dois aspectos, unipolar e bipolar.
As suas causas são muito complexas, podendo ser de natureza endógena: hereditariedade, enfermidades infectocontagiosas, sequelas das enfermidades infectocontagiosas, assim como exógenas: problemas psicossociais, econômicos, psicológicos, quais a ansiedade, o medo, a solidão, as perdas de qualquer natureza, incluindo a desencarnação de seres queridos. O Espiritismo acrescenta a essas psicogêneses, baseado no processo da reencarnação, as obsessões e transtornos mediúnicos.
Em síntese, trata-se de efeitos morais incursos na Lei de causa e efeito. Conforme a conduta positiva ou negativa, os efeitos produzem os resultados compatíveis e, no caso das condutas infelizes, as problemáticas psicológicas, psiquiátricas, orgânicas e, entre todas, a depressão.

Informativo Note Bem – Qual a mensagem que o senhor deixa aos leitores do Note Bem?
Divaldo Franco - Vivemos o momento da grande transição de mundo de provas e de expiações para mundo de regeneração, sendo-nos indispensável a preservação de conduta saudável, que nos proporcione harmonia interior e alegria de viver.
Ante as provocações da violência e do despautério, em face dos desafios e dificuldades, cabe-nos a todos a manutenção da irrestrita confiança em Deus, fazendo o melhor ao nosso alcance e servindo sem cessar.
Desse modo, a única solução para todos os problemas que aturdem o ser humano, é o amor.

Fonte: Informativo Note Bem – novembro.2009.
Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes – Santo André – SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário